COMPRE TESLA COM BITCOIN | JEFF BEZOS E ELON MUSK NA CORRIDA ESPACIAL

?????????? ?? ??? ???????: https://bit.ly/3tW3Nki [E-mail diário com notícias GRATUITO]
00:00 – Plantão JN todo sábado 10:00
00:14 – Elon Musk confirma que Tesla aceitará Bitcoin
01:10 – Jeff Bezos vs. Elon Musk na corrida espacial
03:48 – Nova disputa entre XP e Itaú chega aos cartões
05:58 – Brasil tem o pior desempenho em meio a pandemia.
———————————-
Agora você pode comprar um Tesla com Bitcoin!

Como já era de se esperar após Elon Musk comprar US$1,5 bi em bitcoins, o fundador da empresa movimentou a internet com o seu Twitter: “Agora você pode comprar um Tesla com Bitcoin”. ⠀

Musk também confirmou que o Bitcoin será mantido como Bitcoin, ou seja, não será convertido para outros tipos de moeda. ⠀

Apesar de autor da frase ter forte influencia sobre efeito causado, o contexto também chama atenção, pois mostra como as criptomoedas tem ganhado cada vez mais espaço no mercado. Inclusive na semana passada, trouxemos aqui uma noticia sobre o aumento do número de caixas eletrônicos nos EUA compatíveis com o Bitcoin.

Bom, o fato é que juntando os dois (Elon + Bitcoin), o resultado foi de uma nova alta de 4,86%, fazendo com que a criptomoeda chegasse a atingir o valor de US$ 57 mil naquele mesmo dia.

Agora ela já desvalorizou um pouquinho. No momento da gravação desse vídeo, o Bitcoin está cotado em US$ 50 mil, aproximadamente R$ 289 mil.

Comenta aqui em baixo qual o seu patrimônio em Bitcoin que eu quero saber quem está rico!
———————————-
Elon Musk e Jeff Bezos estão travando uma batalha por espaço… no espaço. A SpaceX e a Amazon estão disputando o direito de povoar uma certa faixa da órbita da Terra com satélites.

A razão? Internet. As duas companhias querem se estabelecer como líderes neste novo mercado.

A SpaceX já lançou mais de 1.000 satélites em órbita para fortalecer a Starlink, uma rede de satélites capazes de entregar internet rápida e estável até as zonas mais remotas dos Estados Unidos, onde o serviço é testado. O ambicioso projeto da Starlink envolve no total mais de 12.000 satélites em operação.

A treta é que a Amazon também planeja entrar de cabeça nesse negócio. ⠀

A companhia estima que o mercado de internet via satélite possa gerar em torno de US$ 30 bilhões de dólares em receita por ano, e por isso já trabalha para elevar a competição no espaço.

A Amazon planeja, através de seu Projeto Kuiper, lançar em torno de 3.236 satélites em baixa órbita. E a batalha espacial com o pessoal da SpaceX começa por aí.⠀

Acontece que a SpaceX vem buscando autorização para reduzir a altitude de seus satélites em órbita, o que para a companhia melhoraria os serviços prestados pela Starlink.⠀

A Amazon logo puxou seu sabre de luz, e tenta impedir que essa autorização seja dada à SpaceX.⠀

A companhia alega que esta alteração é uma tentativa do grupo de Elon Musk em atrapalhar o desenvolvimento do Projeto Kuiper, lançando satélites em possível rota de colisão com os seus e aumentando a interferência entre sinais.⠀

Elon Musk tuitou em resposta:“ De nada serve ao público atrapalhar a Starlink hoje por um satélite da Amazon que na melhor das hipóteses está a anos de entrar em operação.”⠀
———————————-
Bom se nos EUA temos Musk x Bezos aqui no Brasil temos XP x Itaú.

A internet foi mais uma vez a o palco para uma nova briga entre XP e Itaú. Dessa vez sobrou até para o LinkedIn, que serviu de ringue para o combate.⠀

Tudo começou com um post de Guilherme Benchimol criticando o serviço de milhagens e o quão, de fato, é benéfico para o consumidor.⠀No final do discurso, o agora ex CEO da Xp apresentou o novo cartão da XP,com o diferencial que ao invés de milhas, proporciona o que a XP chama de “Investback”, parte do dinheiro usado em uma compra volta para você poder investir. ⠀

O cartão não possui anuidade e suas taxas de juros são 50% menores do que dos concorrentes.⠀Isso não é publi mas que fique bem claro que estou esperando o meu cartão chegar, viu XP??

Bom, mas voltando a briga..⠀

Obviamente, o Itaú não poderia ficar sem responder e Carlos Formigari, atual CEO do banco, respondeu ao post do Benchimol, iniciando o texto com a seguinte frase: ⠀

“A desinformação é um dos grandes problemas dos tempos atuais…” ⠀,
Ao que tudo indica, a indireta é uma crítica ao cálculo matemático usado por Benchimol para argumentar o seu ponto e defendeu os benefícios do serviço de milhagens.

Ficou por isso mesmo? Claro que não!!

Guilherme Benchimol posteriormente publicou outro texto dizendo que o Brasil é referência mundial na cobrança de altas taxas de juros nos cartões e que os benefícios dos cartões acabam não se materializando para o consumidor.

Concluiu, convidando todos os concorrentes a acabarem com a anuidade, diminuírem as taxas de juros e proporcionarem benefícios os quais o cliente possa escolher como usar o dinheiro. Dessa vez, não teve colete =/

You May Also Like

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.